Como acabar com o efeito sanfona?

Equipe Galena

calendário
08 Junho 2020

O vai e vem do emagrecimento é causa de grande frustração para muitos. É possível eliminar, de uma vez por todas, o famoso efeito sanfona?


Emagrecer e perder peso são duas coisas diferentes. Na primeira, você se livra de toda gordura acumulada, do tecido adiposo e do acúmulo de líquido que tende por aumentar a concentração de gordura, principalmente no abdômen, quadris e cintura, acabando com o inchaço e inflamação dos adipócitos, reduzindo tanto a quantidade como o tamanho das células de gordura. 

Na segunda, há o emagrecimento não saudável, descontrolado, no qual o corpo perde também massa magra e muscular, o que não faz bem ao organismo. É preciso diferenciar bem esses dois aspectos.

O sobrepeso e a obesidade são, conhecidamente, tendências da sociedade moderna. Nossos hábitos de rotina e alimentação contribuem para que eles sejam vistos em ampla escala na sociedade e gerem um problema adjacente: a insistência. Muitas pessoas tentam emagrecer utilizando diversos métodos - saudáveis ou não -, conseguem resultados, mas, depois, acabam voltando à estaca zero ou, até mesmo, ganhando ainda mais peso que antes. O famoso efeito sanfona.

O que é o efeito sanfona?

É o emagrecimento rápido, com bons resultados na balança em pouco tempo, mas que é seguido da tão rápida recuperação parcial, total ou além do peso anteriormente eliminado. É caracterizado por sua frequência e repetição, uma vez que muitas pessoas entram nesse ciclo sem fim e emagrecem só para ganhar peso novamente, para reiniciar o ciclo que, por sinal, é péssimo para a saúde.

Aqui, é observada a grande dificuldade de manter o peso reduzido após a eliminação do sobrepeso. O efeito sanfona pode ter duração de meses ou até de anos, e sua estabilização pode ser demorada, incorrendo em consequências mentais e corporais.

Quais as causas e como o efeito sanfona acontece?

Basicamente, o efeito sanfona acontece pela mudança brusca de hábitos alimentares. Qualquer dieta, principalmente as que restringem certos tipos de alimentos, precisa ser feita de maneira progressiva, acompanhada de um plano de reeducação alimentar e da prática de exercícios - ainda que por períodos curtos.

O problema é que, por conta da escassez de determinado tipo de alimento, o organismo entra em estado de calamidade, isto é, o metabolismo não é capaz de entender o que está acontecendo e é como se passássemos fome. Você com certeza já assistiu a algum documentário sobre ursos na televisão, certo?! Eles passam o verão acumulando gordura para o inverno, estação do ano na qual hibernam, pela escassez extrema de alimento. 

Seu corpo entende que está passando pelo mesmo processo. Quando ele tiver acesso novamente à abundância alimentar, sua capacidade de absorção de gorduras para tempos de escassez será acentuada. O resultado é exatamente igual ao do urso marrom: acúmulo de gordura para manter o funcionamento das funções vitais, produção de hormônios e desaceleração do metabolismo para épocas críticas. O único problema é: humanos não hibernam, então você vai tentar perder esse peso outra vez, de forma tão radical quanto a primeira.

Quais as consequências do efeito sanfona ao organismo?

Os resultados desse interminável ciclo de emagrecimento e ganho de peso contínuo são muitos e o cenário não é dos melhores. As consequências para essa irresponsabilidade alimentar pode causar diabetes, aumento da atividade inflamatória do organismo, alterações cardiovasculares, aumento da pressão arterial, perda de massa muscular, queda da imunidade e aumento dos níveis de colesterol, além da inconstância de propriedades do sangue, como triglicerídeos, triglicérides, etc.

Como se livrar dele de uma vez por todas?

A reeducação alimentar é a única forma de se livrar do efeito sanfona. Ela se dá por meio de um tratamento intensivo junto a um prescritor, um médico especialista, como um nutricionista, que irá realizar uma bateria de exames, a fim de conhecer a fundo seu organismo, como se comporta seu metabolismo, seu IMC, entre outras propriedades do seu corpo.

Assim, juntos, vocês desenvolverão as melhores estratégias para reeducação alimentar com foco no emagrecimento saudável e no gerenciamento de peso, sem mágicas, sem dietas radicais e sem atividades físicas extremas. Aqui, fazer seu corpo entender, aos poucos, seus novos hábitos alimentares é imprescindível para que ele não entre em calamidade e ocorra o efeito sanfona.

Nutracêuticos como aliados no combate ao efeito sanfona

Os nutracêuticos são uma excelente maneira de potencializar a reeducação alimentar.  Fórmulas personalizadas desenvolvidas especialmente para seu organismo a fim de obter uma suplementação de vitaminas, proteínas, nutrientes e minerais, ajudam a promover a perda de peso saudável e o emagrecimento permanente.

Essas soluções também poder ser associadas a outros ativos, como: inibidores de apetite, queimadores de gordura, termogênicos, antioxidantes, hepatoprotetores, entre outros, para acabar de vez com o efeito sanfona.

Emagreça com saúde e de uma vez por todas

Se você quer perder peso de vez, procure um médico ou nutricionista e alie uma dieta saudável a nutracêuticos e suplementos personalizados. Assim, você chega ao peso que gostaria com mais saúde e sem voltas.

Galena - Gerenciamento de Peso
assinatura_equipe cópia

Publicações recentes